icon-ham

PR português “vê muitas oportunidades no desenvolvimento” de Pequim

 

Portugal “vê muitas oportunidades no desenvolvimento da China”, disse o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, numa entrevista à revista mensal Macao, publicada em inglês e que é financiada pelo Governo do território administrado por Pequim.

“A progressiva afirmação da China no cenário internacional será sempre vantajosa para o mundo e certamente para Portugal”, afirmou, defendendo que as empresas chinesas têm tido um "grande contributo" na criação do emprego em Portugal.

No dia em que se assinalam os 40 anos do estabelecimento das relações diplomáticas com a República Popular da China, a revista divulgou hoje a entrevista no seu 'site', integrada numa edição que destaca ainda a visita do Presidente chinês, Xi Jiping, a Lisboa em dezembro de 2018.

Ao abordar os investimentos chineses em Portugal nos setores da energia, banca, seguros e saúde, o Presidente português mostrou-se convicto de que o país “tem seguramente capacidade para atrair novos investimentos, idealmente noutras áreas e com outras características mais industriais, com criação de estruturas de raiz”.

Macau tem tido um “contributo único” nas relações entre Portugal e a China, sublinhou ainda Marcelo Rebelo de Sousa, frisando o papel do território enquanto plataforma sino-lusófona.
“As relações, sempre amistosas e especiais de Portugal com a China, nunca teriam tido a mesma expressão sem o contributo único de Macau”, destacou.

“A identidade especial de Macau cria as condições para que aquela Região Administrativa Especial da República Popular da China continue a desempenhar um papel único (…) como uma plataforma para o diálogo com Portugal e com todos os países de língua portuguesa”, acrescentou o Presidente português.

João Carreira