icon-ham

China entrega apoio de 2,2 ME à polícia moçambicana

Elementos da polícia patrulham as ruas de Maputo devido à ameaça de manifestações, Moçambique, 29 de abril de 2016. O reforço policial foi justificado pela convocação de uma manifestação, através de mensagens anónimas nas redes sociais, apelando para a paralisação da capital, em protesto contra as avultadas dívidas garantidas pelo Estado para aquisição de equipamento militar e fora das contas públicas. ANTÓNIO SILVA/LUSA

 

A China entregou 2,5 milhões de dólares (2,2 milhões de euros) de apoio à polícia e ao Ministério do Interior de Moçambique, numa ajuda que inclui novos fardamentos e equipamento, anunciou fonte governamental.

A prestação está enquadrada no acordo de cooperação entre os dois países no domínio da segurança pública e foi formalizada através de um ato de entrega celebrado na sexta-feira entre o embaixador da China em Moçambique, Su Jean, e o ministro do Interior, Basílio Monteiro, refere o jornal Notícias de hoje.

O apoio chinês vai servir para a confeção do segundo lote do novo fardamento da Polícia da República de Moçambique (PRM) e abrange ainda 155 computadores portáteis, 250 impressoras, 387 computadores de mesa e cerca de quatro mil tinteiros.

O material deverá apetrechar diferentes setores da PRM e outras áreas do Ministério do Interior.

O acordo de cooperação entre o Ministério do Interior de Moçambique e o Ministério da Segurança Pública da China sobre o Combate à Criminalidade Organizada Transnacional foi assinado em Pequim a 25 de outubro de 2016.

Luís Fonseca